Museu AfroDigital-Estação Portugal

Em pareceria com outros projetos no Brasil, em África e no Oriente, reúne informações, documentos, bibliografias e imagens existentes em diferentes instituições de memória. Estimula a apresenta investigações numa perspectiva interdisciplinar e constitui-se como um espaço de encontro dos diferentes saberes e práticas sobre as relações dos africanos, dos seus descendentes com a Europa.

Adota o conceito de museu digital com base na museologia informal para contribuir na inclusão das culturas das comunidades africanas, para a divulgação das suas produções culturais e representações identitárias tradicionalmente excluídas de espaços e institucionais formais.

A digitalização de acervos e a sua disponibilidade pública é um instrumento que facilita o diálogo entre culturas e contribui para a consciência da construção das sociedades com base numa cultura de paz e nos diálogos interculturais. Propomos que o Museu AfroDigital – Estação Portugal atue no campo das Epistemologia do Sul, promovendo a Ecologia dos Saberes e contribuindo para os procedimentos de tradução através de apresentação de propostas de acesso ao saber participado e descentralizando as formas de conhecimento.

Consideramos documentos um conjunto amplo de registos: reproduções de material impresso como recortes de jornais; documentos pessoais; cartas; atas; textos publicados ou não; poesias; receitas culinárias ou da medicina tradicional; fotos; iconografia; gravações e partituras de músicas; depoimentos; rezas; cantigas; reproduções de objetos ou artefatos da cultura material; filmagens; e gravações de eventos culturais ou políticos.

A documentação obtida será disponibilizada em exposições e arquivos. Dentro de uma perspectiva de que o híper texto permite o diálogo com um público ampliado e incentivando a interação, pretendemos que o usuário possa ser produtor de conhecimento ao contribuir com seleção, identificação e classificação de documentos. Parte-se da ideia que o aprimoramento do sistema utilizado pelo Museu AfroDigital conduza os usuários a propor e criar novas exposições e doar documentos ao acervo digital.

Pedro Pereira Leite

Researcher and professor. He had his PhD. on museology in 2011, with the title “Muss-amb-ike Homeland: The commitment on musicological process”, that was published in 2011. In 2012 he finishes a Post-PhD Research on "Biographical Glances: The intersubjectivity poetry on museology, at Lusófona University (Lisbon). Presently he is working in his Post PhD. Research about: “Global Heritages" with the aims to build a network on local cognizance and memory manager has a tool to build the will of action in 3 different communities, linked by past communed heritages.” He works at CES. He participates on different Research network, presented papers in national and international conferences, and had published books on research subjects.

More Posts - Website

Follow Me:
TwitterFacebookLinkedInPinterestGoogle PlusYouTube

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

The inclusion of community knowdlege on territorial development

Pesquisar OpenEdition Search

Você sera redirecionado para OpenEdition Search