Viagens no Brasil – O Barroco e a Festa

Classificado Património Cultural Imaterial da Humanidade, em 2011, o Fado é hoje simultaneamente uma expressão cultural, com uma gramática e narrativa própria, que a individualiza e um produto turístico vendido como expressão duma especificidade nacional.

Como narrativa, o fado está referenciado desde meados do século XIX como uma forma de expressão da cultura urbana. Através do canto sintetizam-se os problemas, os anseios, os sonhos e as sensibilidades. Para a cristalização da sua mitologia, contribuem os clássicos elementos de espaço de diálogo ente comunidades. Diálogos marginais entre grupos sociais diferenciado, entre formas de poderes, géneros e culturas. Espaços marginais a partir dos quais de processam as ligações no tecidos social.

A sua gramática cristaliza-se em torno da intensidade dramática. O fado conta uma história. Uma história de intensidade crescente. De aventura e desventura. Fala, intensamente da felicidade, dos amores e do quotidiano. Atinge um clímax, um desenlace numa tragédia, numa fatalidade, na concretização dum destino. Um destino vivido intensamente com paixão. Mas esta gramática está em construção. Procuram-se hoje novos diálogos com outras expressões populares. Da Morna de Cabo Verde aos Blues e os Goodspel de raízes africanas, a gramática universaliza-se, buscando raízes e reconexões aos ritmos da modernidade.

Um dos aspetos menos trabalhado na relação do fado com as formas culturais contemporâneas é a profunda ligação do Fado com os movimentos sociais. A sua condição de proximidade ao quotidiano, à vida e às experiencias urbanas. A sua expressividade nas margens, pelos lugares escondidos fá-lo ultrapassar a função meramente reprodutora de valores estéticos, para se assumir como um expressão de inovação e reconhecimento social. Uma realidade visível pela poética que emerge nas sonoridades traduzindo experiencias e utopias.

Pedro Pereira Leite

Researcher and professor. He had his PhD. on museology in 2011, with the title “Muss-amb-ike Homeland: The commitment on musicological process”, that was published in 2011. In 2012 he finishes a Post-PhD Research on "Biographical Glances: The intersubjectivity poetry on museology, at Lusófona University (Lisbon). Presently he is working in his Post PhD. Research about: “Global Heritages" with the aims to build a network on local cognizance and memory manager has a tool to build the will of action in 3 different communities, linked by past communed heritages.” He works at CES. He participates on different Research network, presented papers in national and international conferences, and had published books on research subjects.

More Posts - Website

Follow Me:
TwitterFacebookLinkedInPinterestGoogle PlusYouTube

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

The inclusion of community knowdlege on territorial development