Viagem ao Brasil Barroco e Festa II

Leitura sobre a Cultura Barroca

No seu artigo sobre o regresso das identidades e globalização Boaventura Sousa Santos refere a questão das culturas de fronteira como espaços de análise de mudanças (Santos, 2013, 160).No tempo do regresso das identidades, do multiculturalismo, da transnacionalização, e das localizações as formas culturais de fronteira são as mais adequadas para a analise dos fenómenos, pois estas alimentam-se de fluxos contraditórios que as atravessam. Diz Sousa Santos “A leveza das zonas de fronteira tornam-se muito sensíveis aos ventos. É como uma porta de vai-vem, e como tal nunca está escancarada, nem nunca está fechada” (ib.idem).

Ou seja para além do seu acentrismo e cosmopolitismo, a cultura de fronteira também tem algo de carnavalesco e de dramatização. São culturas que absorvem as formas sem se preocuparem com as essências. Reproduzem até à exuberância as estéticas e as éticas. São manifestações que se preocupam mais com a forma do que com o conteúdo. É certo que estas observações de Sousa Santos partem da forma cultural portuguesa. Mas aqui interessa-nos a sua segunda hipótese de trabalho (ib idem) em que estas formas culturais de fronteira, ainda que de forma diferencias, também se manifestam nos espaços lusófonos. A condição semiperiférica de Portugal produziu fenómenos coloniais imperfeitos. São também culturas acentricas e com tendência para a dramatização, que se misturam com outras influências que resultas dos seus processos sócias e políticos.

Vejamos como é que podemos fazer uma leitura da sociologia da cultura em relação a este passado, com base na apresentação de Renato Ortiz, feita na UFRJ a 10 de outubro, no seminário Arte, Cultura e Poder, organizado pela nossa amiga Miryam Santos.

 

Pedro Pereira Leite

Researcher and professor. He had his PhD. on museology in 2011, with the title “Muss-amb-ike Homeland: The commitment on musicological process”, that was published in 2011. In 2012 he finishes a Post-PhD Research on "Biographical Glances: The intersubjectivity poetry on museology, at Lusófona University (Lisbon). Presently he is working in his Post PhD. Research about: “Global Heritages" with the aims to build a network on local cognizance and memory manager has a tool to build the will of action in 3 different communities, linked by past communed heritages.” He works at CES. He participates on different Research network, presented papers in national and international conferences, and had published books on research subjects.

More Posts - Website

Follow Me:
TwitterFacebookLinkedInPinterestGoogle PlusYouTube

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

The inclusion of community knowdlege on territorial development

Pesquisar OpenEdition Search

Você sera redirecionado para OpenEdition Search