Museologia Movimentos Sociais e Inovação – Reflexões I

Mas se estes movimentos sociais nascem na rede social da Internet, que é um espaço de troca de informação protegido “isto é, não passível de ser censurado no momento”, que num único impulso contagia múltiplos pontos, a relações sociais todavia acontecem em presença. É necessário que as redes sociais de proximidade também funcionem. É necessário mobilizar as conexões de proximidade. O espaço local é o espaço de sociabilidade. Nestes movimentos, embora não tenha sido novidade, verificou-se uma ligação deste movimento local com o global. O que acontecia no passado, era que o tempo de construção dos fenómenos locais em fenómenos globais era lento. Agora tornou-se instantâneo. O que mobiliza a comunidade local em trono dos problemas locais é a sua dimensão universal. Os problemas ecológicos, os problemas das mulheres são problemas globais. quando ocorre uma violação dos direitos humanos num local, eles podem ser instantaneamente ampliados pelas redes de comunicação. Esse eco, por sua vez, amplia a eficácia da ação local, pelo fluxo crescente de interesse sobre o fenómeno. O espaço local é o espaço da afirmação do poder. O espaço global, é o espaço de afirmação do poder. O espaço global sempre tentou tomar conta do espaço local. O poder sempre tentou tomar conta dos espaços locais como forma de os controlar. De os influenciar pela imposição de regras. O que está a acontecer com estes movimentos sociais, é que estão a contestar diretamente os poderes globais. Estão a fazê-lo através de novos modos de exercício do poder com base no exercício da discussão democrática. Do exercício de experimentação de novas formas de democracia. Estão a emergir novas formas de expressão democrática. Novos modos de fazer experiências de ação política, de tomar decisão política Estão a surgir novas formas de aprender a tomar decisão. E novos processos de decisão democrática. Não sabemos que tipo de processos serão esses, mas sabemos que serão novas formas de organização. A experiência nos movimentos sociais é também uma redescoberta do sentido de se estar junto. De entender o afeto e a criatividade do grupo. Os movimentos sociais estão a catalisar novas experiências. Qual é o resultado destes movimentos sociais?

Pedro Pereira Leite

Researcher and professor. He had his PhD. on museology in 2011, with the title “Muss-amb-ike Homeland: The commitment on musicological process”, that was published in 2011. In 2012 he finishes a Post-PhD Research on "Biographical Glances: The intersubjectivity poetry on museology, at Lusófona University (Lisbon). Presently he is working in his Post PhD. Research about: “Global Heritages" with the aims to build a network on local cognizance and memory manager has a tool to build the will of action in 3 different communities, linked by past communed heritages.” He works at CES. He participates on different Research network, presented papers in national and international conferences, and had published books on research subjects.

More Posts - Website

Follow Me:
TwitterFacebookLinkedInPinterestGoogle PlusYouTube


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.