Cidades e sistemas de transportes amigáveis XXII

Outro dos desafios das cidades na sua transição do padrão de consumo energético é, paralelamente com a redução de ações que influenciam emissões de CO2 para a atmosfera, é serem lugares de inovação. Os novos sistemas de energia necessitam de ser criados. As cidades, em particular as suas universidades são lugares de inovação.

Já verificamos, que uma das razões para um elevado números de emissões, são os transportes com recurso a energia fóssil. É necessário diminuir as emissões e ao mesmo tempo criar alternativas inovadoras, com recurso a sistemas elétricos.

Algumas cidades em crescimento têm vindo a incentivas sistemas de transporte alternativos, evitando o recurso às tradicionais autocarros.

Já verificamos, que um planeamento urbano amigável, verde a smart, poderá diminuir consideravelmente mutos fluxos urbanos entre os lugares de residência e consumo ou trabalho. Mas a sociedade continuará a ter necessidade de comunicar entre si, de se deslocar. Por isso é necessário sistemas de transportes públicos eficientes e inovadores, que promovam a inclusão social.

Por exemplo a iniciativa de transporte por teleférico na cidade de Medelim, na Colômbia, mostrou-se adequada a promover um transporte eficiente, barato, entre as áreas altas da cidade e o seu centro. É uma forma de trabalhar e promover a inclusão social, dando acessibilidade aos espaços públicos ao mesmo tempo que se promovem sistemas sustentáveis. Existem hoje uma multiplicidade de soluções que podem ser usadas, incluindo a integração das tecnologias de comunicação. As soluções dependem essencialmente das comunidades e da promoção de economias solidarias de trocas. A economia das cidades sustentáveis e os seus sistemas de transporte necessitam de ser elétricos, usar as tecnologias de comunicação e usas infraestruturas amigáveis e serem inclusivos.



Citar este post
Pedro Pereira Leite (2017, 22 Setembro). Cidades e sistemas de transportes amigáveis XXII. Global Heritages. Recuperado em 29 de Maio de 2024, de https://doi.org/10.58079/p3cu

Pedro Pereira Leite

Researcher and professor. He had his PhD. on museology in 2011, with the title “Muss-amb-ike Homeland: The commitment on musicological process”, that was published in 2011. In 2012 he finishes a Post-PhD Research on "Biographical Glances: The intersubjectivity poetry on museology, at Lusófona University (Lisbon). Presently he is working in his Post PhD. Research about: “Global Heritages" with the aims to build a network on local cognizance and memory manager has a tool to build the will of action in 3 different communities, linked by past communed heritages.” He works at CES. He participates on different Research network, presented papers in national and international conferences, and had published books on research subjects.

More Posts - Website

Follow Me:
TwitterFacebookLinkedInPinterestGoogle PlusYouTube

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.