Amazónias I

WIN_20160731_091922Escreve Joao Paulo Borges Coelho, na sua novela rural ‘Agua’, recentemente publicada em Portugal (2016), sobre duas das suas personagens, Ryo e Lama, que anda ambos a perscrutar a natureza. Metade do tempo a sondar (recolher dados), a outra metade a interpretar.

Metáfora do autor que percorre, com sabor do conhecimento africano e olhar antropológico, as historias recentes de Moçambique. As condiçoes naturais, as ideias do desenvolvimento, a tradicionalidade e a modernidade.

Ryo é partidário do processo. E o curso da água que vai determinar o caminho que percorre. Laama, é partidario de que o rumo, pelo menos o potencial ja esta incrito, no inicio.

Visoes da historia, ou melhore, os seus paradoxos. O seu segredo está no início, ou   é o seu crescimento que o determina?

Independentemente das doscussões dos cintostas, a natureza segue o seu curso. Hoje os dois doscutem a água. Ou melhor a falta dela. O que antes era um obstaculo furioso, torna-se hoje um fio rarefeito, deixando as gentes circular, á procura dessa água que escasseia. O que antes era um problema, por excesso, é hoje um problema por escassez. Com a alteração da quantidade, muda se a qualidade.

Pedro Pereira Leite

Researcher and professor. He had his PhD. on museology in 2011, with the title “Muss-amb-ike Homeland: The commitment on musicological process”, that was published in 2011. In 2012 he finishes a Post-PhD Research on "Biographical Glances: The intersubjectivity poetry on museology, at Lusófona University (Lisbon). Presently he is working in his Post PhD. Research about: “Global Heritages" with the aims to build a network on local cognizance and memory manager has a tool to build the will of action in 3 different communities, linked by past communed heritages.” He works at CES. He participates on different Research network, presented papers in national and international conferences, and had published books on research subjects.

More Posts - Website

Follow Me:
TwitterFacebookLinkedInPinterestGoogle PlusYouTube


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.