O que é o Mapa de Comunidade em museologia 

O mapa de comunidade é um instrumento que permite aos habitantes de uma localidade ou território representar o seu património. É usado para reconhecer o que lhe é relevante e o que querem transmitir às novas gerações.

Evidencia o modo como a comunidade local se vê. Se percebe, como atribui valor ao seu território, à sua memória e à sua transformação. na sua realidade atual e como se vê no futuro.

consiste numa representação cartográfica, ou qualquer outro produto elaborado pelos membros da comunidade, com os quais se podem identificar.

Vêm explicitar um novo conceito de território, que não é apenas o que se vive ou trabalha, mas aquele onde se conservam as histórias dos que o habitaram e transformaram no passado, e que lhe deram as características atuais. contem a consciência do que é o território, qualquer que seja essa consciência, que contem um património difuso, rico em detalhes e sobretudo um fina rede de relações e interrelações entre os vários elementos que o destinguem.

O mapa de comunidade um processo cultural  introduzido em Inglaterra no final dos anos oitenta e amplamente experimentado, que permite verificar como é que uma comunidade se desenha e os contornos do próprio património.  É mais do que um simples inventário dos bens materiais ou imateriais, já que inclui um largo conjunto de relações invisiveis sobre eses elementos.

Deve ser construído de forma participada com os habitantes e deve fazer emergir as suas relações. Não se reduz a uma “fotografia do território” , mas compreende esse processo de tirar a fotografia. Dispor de um Mapa de comunidade significa iniciar um percurso que visa criar um arquivo permanente e em atualização das pessoas dum dado território.

Evita´ra a perda de consciência dos lugares, do que são as expressões dos saberes sedimentados pelo contributo das gerações. Incluem a memória coletiva, as expressões coletivas, as ações, as relações, os valores e os numeroso dados que dão consistência às relações de vizinhança, e que vão para além da geografia e dão uma expressão dos sentimentos que estão presentes no território.

Pedro Pereira Leite

Researcher and professor. He had his PhD. on museology in 2011, with the title “Muss-amb-ike Homeland: The commitment on musicological process”, that was published in 2011. In 2012 he finishes a Post-PhD Research on "Biographical Glances: The intersubjectivity poetry on museology, at Lusófona University (Lisbon). Presently he is working in his Post PhD. Research about: “Global Heritages" with the aims to build a network on local cognizance and memory manager has a tool to build the will of action in 3 different communities, linked by past communed heritages.” He works at CES. He participates on different Research network, presented papers in national and international conferences, and had published books on research subjects.

More Posts - Website

Follow Me:
TwitterFacebookLinkedInPinterestGoogle PlusYouTube


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.