Excessos XV – O dilema do velho do Restelo

Velho_do_Restelo_(Columbano)Quando nos Lusíadas, Luís Vaz de Camões apresentou a personagem do “velho do restelo” (canto IV) como alguém que, simbolicamente, representava o pessimismo ou aqueles que eram contra epopeia, estava longe destes nossos problemas atuais sobre o futuro da humanidade. Ou talvez não !

Manuel de Oliveira no seu Vento e a Fúria (2014) representa esta personagem ), também como alguém que questiona a efemeridade do gesto humano. Por tudo o que se faça há sempre duas faces, uma boa e uma má, sendo que à medida que o tempo passa a ultima tende a esbater ou diluir os aspectos positivos das boas ações

O dilema entre o fazer ou nada fazer, ou se preferirmos entre a conservação e o progresso, a tradição ou a modernidade talvez seja uma falsa questão.

Pedro Pereira Leite

Researcher and professor. He had his PhD. on museology in 2011, with the title “Muss-amb-ike Homeland: The commitment on musicological process”, that was published in 2011. In 2012 he finishes a Post-PhD Research on "Biographical Glances: The intersubjectivity poetry on museology, at Lusófona University (Lisbon). Presently he is working in his Post PhD. Research about: “Global Heritages" with the aims to build a network on local cognizance and memory manager has a tool to build the will of action in 3 different communities, linked by past communed heritages.” He works at CES. He participates on different Research network, presented papers in national and international conferences, and had published books on research subjects.

More Posts - Website

Follow Me:
TwitterFacebookLinkedInPinterestGoogle PlusYouTube


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.