Saúde e alterações Climáticas

Temos vindo a trabalhar as questões do Impacto das alterações climáticas na Saúde. Este Postal aborda esta questão sinteticamente. O seu objetivo é sistematizar a questão e tem por base o artigo da Revista The Lancet. mudanças

1. Efeitos das alterações climáticas na Saúde

Prevê-se que os efeitos das alterações climáticas na saúde produzam.

  • o agravamento do acesso a alimentos e ponham em causa a segurança alimentar;
  • produzam impactos na saúde mental;
  • impactos nas doenças cardio-vasculares e respiratórias
  • facilitem o surgimento de surtos de algas tóxicas e novos vetores para doenças.

Estes efeitos directos na Saúde desenvolvem-se num quadro de alterações dos determinantes sociais de saúde previstos que envolvem.

  • a perda de condições de habitação;
  • aumento da pobreza mundial
  • perda de emprego,
  • emigração massiva de pessoas
  • emergência de conflitos e violência social
  • outras alterações dos determinantes sociais de saúde

 

saudeeclima12. Impactos das Alterações demográficas

Isso ocorrerá num quadro de violentas tempestades, seca de diversas áreas, incêndios florestais e eclosão vagas de calor. Esses efeitos diretos terão impactos na alteração da qualidade da água, na poluição do ar, nas alterações dos usos do território e na mudança do habitá e condições ecológicas.

saudeeclima2

 

 

 

 

 

 

 

 

Paralelamente prevê-se que as alterações climáticas ocorram num quadro de transição demográfica. O aumento da população e o seu envelhecimento terão diversos impactos no espaço e a na produção de bens alimentares, que por sua vez podem influenciar as alterações climáticas.

saudeeclima3

 

 

 

 

 

 

 

Uma das consequências  dessa transição demográfica será o aumento dos fluxos migratórios em todo o mundo.

3. Consumo de energia, alterações climáticas e saúde

saudeeclima4

 

 

 

 

 

 

 

O aumento da população e da atividade humana, que implica o aumento do consumo de energia, afectará a saúde humana de diferentes maneiras. Mesmo que se contenha o aquecimento global, parece inevitável que até 2050 a temperatura média aumente entre 2º a 4º C. tudo isso afetará a qualidade global do ar, a presença de radiação solar.

Por seu lado, a manter-se o atual ritmo de degradação dos recursos naturais, prevê-se uma rápida degradação dos recursos aquíferos, a acidificação dos oceanos, entre outros efeitos

4. Consequências previsíveis

A consequências previsíveis serão o aumento das patologia cardio-vasculares, aumento dos problemas com visão e respiração, aumento das doenças e patologia por efeito do calor e humidade, emergências de patologias respiratórias, osteoporose, falecimentos prematuros.

saudeeclima6

 

 

 

 

 

 

 

 

Há um quadro de profunda inter relação entre os diferentes fatores.

saudeeclima7

 

Pedro Pereira Leite

Researcher and professor. He had his PhD. on museology in 2011, with the title “Muss-amb-ike Homeland: The commitment on musicological process”, that was published in 2011. In 2012 he finishes a Post-PhD Research on "Biographical Glances: The intersubjectivity poetry on museology, at Lusófona University (Lisbon). Presently he is working in his Post PhD. Research about: “Global Heritages" with the aims to build a network on local cognizance and memory manager has a tool to build the will of action in 3 different communities, linked by past communed heritages.” He works at CES. He participates on different Research network, presented papers in national and international conferences, and had published books on research subjects.

More Posts - Website

Follow Me:
TwitterFacebookLinkedInPinterestGoogle PlusYouTube


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.