Delfim José de Oliveira de José Capela

delfimjosedeoliveira

Delfim José de Oliveira. Diário da viagem da colónia militar de Lisboa a Tete, 1859-1860. Org. José Capela. Ed. Humus / CEAUP, 2014.

Trata.se do último trabalho de José Capela. Veja leitura crítica de José Teixeira

  1. Estudos

Delfim José de Oliveira. Diário da viagem da colónia militar de Lisboa a Tete, 1859-1860.

  1. Biografia de Delfim José de Oliveira
  2. As colónias militares
  3. O diário
  4. Documentos
  5. Delfim José de Oliveira. A viagem de Lisboa a Tete

Parte primeira – De Lisboa a Moçambique

Parte segunda – Em Moçambique

Parte terceira – De Moçambique a Tete

  1. Gravuras

“Biografia de Delfim José de Oliveira

Delfim José de Oliveira, filho de José Joaquim de Oliveira e de Rosa Margarida da Silva, nasceu na vila de Penela, distrito de Coimbra, a 15 de Fevereiro de 1821. A 24 de Setembro de 1838, com 17 anos de idade, assentou praça no Batalhão de Infantaria n.º 7. Em 18 de Maio de 1842, 1.º sargento, foi promovido a alferes para a Província de Moçambique. Em 18 de Abril de 1844 foi nomeado ajudante de ordens do governador- -geral de Moçambique. Em 31 de Maio de 1847, tenente da Companhia de Sofala, é exonerado para outra comissão. A 30 de Outubro de 1850, capitão, é nomeado auditor da gente de guerra. A 25 de Outubro de 1852 é nomeado comandante militar da vila de Tete, substituindo o capitão Tito Augusto d’Araujo Sicard. Exonerado, a seu pedido, a 17 de Abril de 1854. A 31 de Março de 1858 passou a servir em Cabo Verde. Regressou a Lisboa por ordem do ministério e por portaria ministerial de 21 de Junho de 1859 foi nomeado comandante da Colónia Militar de Tete, composta da 1.ª Companhia do 2.º Batalhão de Caçadores de Moçambique. A 1 de Julho de 1859 embarcou na fragata D. Fernando comandando o Batalhão que formava a colónia militar destinada a Tete. A 29 de Agosto de 1860 é nomeado pelo governador-geral (1857 -1864) João Tavares de Almeida comandante interino do Batalhão de Caçadores de Moçambique n.º 2 organizado por portaria de 25 de Agosto do mesmo ano. Data de 7 de Setembro a ordem de marcha para Quelimane, a bordo da escuna de guerra Angra. Levava sob as suas ordens a força do mesmo batalhão composta de três oficiais,um facultativo, um enfermeiro, três oficiais inferiores e setenta e um cabos, anspeçadas, corneteiros, e soldados. O mesmo Governador-Geral, por portaria de 20 de Junho de 1861, nomeou Delfim José Oliveira governador interino do distrito de Sofala, pelo que entregou o comando do batalhão ao major governador de Tete, António Tavares de Almeida. Em carta que acompanhava a portaria o governador-geral justifica a nomeação pela desinteligência que havia entre Delfim Oliveira e o governador do distrito. Não deve ter tomado posse do governo de Sofala porque a 10 de Maio de 1861 havia sido promovido a Major da Província de Moçambique pelos «serviços extraordinários» prestados. Partiu para Zanzibar em comissão de serviço a 17 de Outubro do mesmo ano e regressou a 15 de Janeiro de 1862. A 4 de Fevereiro foi nomeado comandante do Batalhão de Infantaria de Moçambique n.º 1 e Major da Guarnição de Moçambique. Em 1863 era tenente-coronel e reformado da Província de Moçambique, sendo, em 15 de Dezembro desse ano, nomeado governador de Tete. Em 3 de Maio de 1864 foi nomeado Plenipotenciário Junto da República do Transval-Boers e em 5 de Abril de 1865 governador de Quelimane. Reformou-se no posto de tenente coronel em Abril de 1868 e regressou à sua casa de Penela (Pinho Leal, 1873). Publicou:

A Província de Moçambique e o Bonga, Coimbra: Imprensa Académica, 1879.

Notícias de Penella: apontmentos historicos e archeologicos, Lisboa: Typ. da Casa Minerva, 1884.

Faleceu em 1889.



Citar este post
Pedro Pereira Leite (2015, 26 Maio). Delfim José de Oliveira de José Capela. Global Heritages. Recuperado em 13 de Junho de 2024, de https://doi.org/10.58079/p2qa

Pedro Pereira Leite

Researcher and professor. He had his PhD. on museology in 2011, with the title “Muss-amb-ike Homeland: The commitment on musicological process”, that was published in 2011. In 2012 he finishes a Post-PhD Research on "Biographical Glances: The intersubjectivity poetry on museology, at Lusófona University (Lisbon). Presently he is working in his Post PhD. Research about: “Global Heritages" with the aims to build a network on local cognizance and memory manager has a tool to build the will of action in 3 different communities, linked by past communed heritages.” He works at CES. He participates on different Research network, presented papers in national and international conferences, and had published books on research subjects.

More Posts - Website

Follow Me:
TwitterFacebookLinkedInPinterestGoogle PlusYouTube

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.