Desenvolvimento: Uma crença do ocidente

gilbertristEste Livro de Gilbert Rist, publicado em 2002 pela Presses de la fundation Nacional de Ciences Politiques, traduzido e editado em Espnha pelo Instituto Universitário do Desenvolvimento e Cooperação constitui-se como um manual básico dos Estudos para o desenvolvimento. A edição original em Françes data de 1996, uma época em que se começa a prensar de forma crítica o conceito de desenvolvimento.

Recorremos bastante a ele nos nossos trabalhos sobre a Teoria do Desenvolvimento publicado na revista Heranças Globais memórias Locais nº 2

O livro inicia-se com os problemas da definição do conceito de desenvolvimento. Um conceito polissémico, usado na linguagem comum em múltiplas situações. O conceito procura traduzir, do ponto de vista da ciência social, o processo em que os países e regiões se situam em relação com os outros na aquisição e capacidade de manutenção do bem-estar social da sua população e economia.

Dessa definição, o autor defende que o conceito de desenvolvimento se transformou num crença. Uma crença do ocidente a partir da qual se legitimam as narrativas e as ações sobre o futuro. De seguida desenvolve essa crítica, demonstrando a sua história e situando a sua “invenção” no pós-guerra através dos diversos ações do presidente americano Truman, das diferentes respostas do sul (as Conferência de bandung em 1956)., as suas sucessivas críticas pelos teóricos da dependência na América do Sul.

O livro prossegue com a ilustração do caminho que leva a formulação do desenvolvimento como principio hegemónico nas relações internacionais para a cooperação. Dá inclusive nota como o conceito de vai metamorfoseando em Objetivos de Desenvolvimento do Milénio, com a integração das questões ambientais, com a questão do desenvolvimento sustentável , ou a ilusão do “desenvolvimento integral” ou integrado. Finalmente conclui com as abordagens que levam à questão da ilusão da globalização como processo indutor do desenvolvimento pós-moderno. Segundo ao autor, é necessário reequacionar os problemas da fome e da pobreza como fundamentos das ações de intervenção social.

Um livro que vale a pena ler para criar uma abordagem holística ao conceito.

Pedro Pereira Leite

Researcher and professor. He had his PhD. on museology in 2011, with the title “Muss-amb-ike Homeland: The commitment on musicological process”, that was published in 2011. In 2012 he finishes a Post-PhD Research on "Biographical Glances: The intersubjectivity poetry on museology, at Lusófona University (Lisbon). Presently he is working in his Post PhD. Research about: “Global Heritages" with the aims to build a network on local cognizance and memory manager has a tool to build the will of action in 3 different communities, linked by past communed heritages.” He works at CES. He participates on different Research network, presented papers in national and international conferences, and had published books on research subjects.

More Posts - Website

Follow Me:
TwitterFacebookLinkedInPinterestGoogle PlusYouTube


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.