Teses sobre a História VIII

Oitava tese sobre a filosofia da História de Walter Benjamin

walterbenjamimarteepolitica

A tradição dos oprimidos nos ensina que o “estado de exceção” em que vivemos é na verdade a regra geral. Precisamos construir um conceito de história que corresponda a essa verdade.

Nesse momento, perceberemos que nossa tarefa é originar um verdadeiro estado de exceção; com isso, nossa posição ficará mais forte na luta contra o fascismo. Este se beneficia da circunstância de que seus adversários o enfrentam em nome do progresso, considerado como uma norma histórica. O assombro com o fato de que os episódios que vivemos no séculos XX “ainda” sejam possíveis, não é um assombro filosófico. Ele não gera nenhum conhecimento, a não ser o conhecimento de que a concepção de história da qual emana semelhante assombro é insustentável.

Uma tese que nos mostra a experiência do horror do contexto. A ação, nesse caso de luta contra o fascismo, necessitava do tal estado de exepção, tal como hoje a acção contra o global exige um novo estado de exepção. A questão que hoje nos diferencia em relação a Benjamin é a percepção de redenção. Na sua época, rejeitava-se a filosofia fascista, com toda a sua estética e ética com a consciência de que havia uma alternativa a construir. hoje parece que temos mais dificuldade em olhar para essa redenção alternativa sem repensarmos a relação do ser com o outro.

O encontro como redenção será então uma tese para a história



Citar este post
Pedro Pereira Leite (2014, 19 Dezembro). Teses sobre a História VIII. Global Heritages. Recuperado em 29 de Maio de 2024, de https://doi.org/10.58079/p2il

Pedro Pereira Leite

Researcher and professor. He had his PhD. on museology in 2011, with the title “Muss-amb-ike Homeland: The commitment on musicological process”, that was published in 2011. In 2012 he finishes a Post-PhD Research on "Biographical Glances: The intersubjectivity poetry on museology, at Lusófona University (Lisbon). Presently he is working in his Post PhD. Research about: “Global Heritages" with the aims to build a network on local cognizance and memory manager has a tool to build the will of action in 3 different communities, linked by past communed heritages.” He works at CES. He participates on different Research network, presented papers in national and international conferences, and had published books on research subjects.

More Posts - Website

Follow Me:
TwitterFacebookLinkedInPinterestGoogle PlusYouTube

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.