Margens e Fronteiras

Na conferência de Encerramento do XII Congresso da Sociedade Portuguesa de Psicodrama, num interessante debate entre Olga Pombo, Joaquim Carreira das Neves, e Manuel Eduardo dos Santos, sobre Filosofia, Religião e Ciência no auditório da Pousada da Juventude de Almada, em cima do Rio Tejo com vista para aponte 25 de Abril e a magnifica cidade de Lisboa, as metáforas sobre as margens e as pontes foram frequentes.

 

A certa altura do debate, Olga Pombo defende: “Se queremos conhecer os fenómenos não podemos ficar no leito. Temos que procurar nas margens. é aí que as coisas se transformam.

As ciências duras, são ciências do leito. Explicam a força da corrente. As ciências moles, são ciências das margens. Procuram explicar porque é que as margens contém o leito e como e quando é que esse leito se transforma.

 

Pedro Pereira Leite

Researcher and professor. He had his PhD. on museology in 2011, with the title “Muss-amb-ike Homeland: The commitment on musicological process”, that was published in 2011. In 2012 he finishes a Post-PhD Research on "Biographical Glances: The intersubjectivity poetry on museology, at Lusófona University (Lisbon). Presently he is working in his Post PhD. Research about: “Global Heritages" with the aims to build a network on local cognizance and memory manager has a tool to build the will of action in 3 different communities, linked by past communed heritages.” He works at CES. He participates on different Research network, presented papers in national and international conferences, and had published books on research subjects.

More Posts - Website

Follow Me:
TwitterFacebookLinkedInPinterestGoogle PlusYouTube


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.