Técnicas do Psicodrama

Técnica do duplo

(Representar um doente tímido, com conflitos (por exemplo sentimentais) que é incapaz de exprimir os seus sentimentos, um pouco envergonhado, eventualmente com algumas somatizações.)

Funções:

  • Ajudar o protagonista a exprimir os seus sentimentos
  • Procurar a sinceridade
  • Ajudar a descobrir o significado de algumas somatizações (por exemplo, representando dor no estômago quando existe agressividade, ou tosse quando existem segredos prontos a revelar)

Cuidados:

  • O duplo deve ser um ego muito conhecedor do protagonista (por vezes o próprio director) e que tenha boa relação e alguma cumplicidade com ele.

Risco:

  • fazer projecções, explicitar conteúdos que, de facto, não existem no protagonista.

Técnica do espelho

(Representar uma pessoa arrogante, eventualmente faladora a despropósito, desvalorizando os outros e sobretudo o psicodrama.)

Funções:

  • Devolver ao protagonista a sua própria imagem, vista pelos outros.

Cuidados:

  • ego auxiliar semelhante e com boa relação com o protagonista.

Risco:

  • agressividade do protagonista ou saída brusca. O ego deve estar preparado para o acompanhar.

Estátua:

(Representar amor, casamento, amizade, fúria, vergonha, culpa, etc.) ; (Representar diferentes estados de alma do protagonista)

Funções:

  • Exteriorizar situação mal expressa ou mal definida.
  • .Representar órgãos passíveis de somatização
  • Vivenciar (trocando de lugar) os diversos componentes da estátua.
  • Iniciar uma cena

Solilóquio

Funções

  • Permitir ao director saber se a cena é plausível e se corre num rumo adequado
  • Terminar uma cena

Troca de papéis

(Representar uma discussão entre um casal ou entre filhos e pais)

Funções:

  • Permitir que os egos auxiliares aprendam os seus papéis.
  • Permitir que o protagonista se coloque no papel dos outros e os compreenda melhor
  • Ao compreender os outros, permitir que o protagonista se funcione mais adequado a eles
  • Permitir que o protagonista se observe em espelho (como na técnica do espelho) e se corrija
  • Melhorar o sentimento moral

Interpolação de resistências

(Representar uma discussão agressiva, em que o ego se torna submisso) ; (no decorrer de uma discussão, o ego auxiliar tem um ataque e morre)

Funções

  • Permitir a espontaneidade do protagonista perante uma situação não esperada.

Representação simbólica

Funções

  • Permitir a representação de cenas irrepresentáveis (agressivas ou eróticas)
  • Reformatar a situação através de uma metáfora

Risco

  •  Introduzir material do terapeuta, não presente na mente do protagonista

Pedro Pereira Leite

Researcher and professor. He had his PhD. on museology in 2011, with the title “Muss-amb-ike Homeland: The commitment on musicological process”, that was published in 2011. In 2012 he finishes a Post-PhD Research on "Biographical Glances: The intersubjectivity poetry on museology, at Lusófona University (Lisbon). Presently he is working in his Post PhD. Research about: “Global Heritages" with the aims to build a network on local cognizance and memory manager has a tool to build the will of action in 3 different communities, linked by past communed heritages.” He works at CES. He participates on different Research network, presented papers in national and international conferences, and had published books on research subjects.

More Posts - Website

Follow Me:
TwitterFacebookLinkedInPinterestGoogle PlusYouTube


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.