Métodos e Cenas Psicodramaticas

Em Tempo Presente de  Anna Maria Knobel

Os três vértices de focar em temas grupais, o que, no Psicodrama pode ser feito conforme três vértices: protagônico, espontâneo e grupal.

Protagonista – criação de pequenas dramatizações sequenciais. Podem ser produzidas por pessoas ou sub-grupos. Estes emergentes  grupais vão encaminhado o tema de forma a que um deles se envolva explicite e resolva cenicamente o conflito central do grupo. É o chamado protagonista, cuja ação produz catarse e integração, levando a uma nova síntese existencial frente ao problema.

Espontâneo – A segunda forma de trabalho psicodramático tem seu foco nas práticas espontâneas: como o Teatro Espontâneo e o Jornal Vivo, nos quais o Diretor trabalha com uma equipe de egos auxiliares treinados, o que permite que os temas propostos sejam encenados de forma artística. No Playback Theather desenvolvido por Jonathan Fox e Jo Sallas (1975), as cenas são descritas por pessoas do público e vividas de forma espontânea por aqueles profissionais. Por operar na dimensão da fantasia, da sensibilidade e da singularidade artística, os métodos espontâneos acabam mapeando elementos co-consciente/co-inconsciente presentes no grupo.

Grupal – O terceiro tipo de direção sociodramática (método voltado para o grupo), age em função das fases grupais de organização relacional: isolamento, diferenciação horizontal e diferenciação vertical. Nesse modelo oferecem-se momentos de introspecção ligados ao reconhecimento do EU naquele contexto, seguidos de múltiplas formas de expressão identitária, nas quais há a valorização da pluralidade de formas de ser existentes no grupo. Por fim, as lideranças do próprio grupo são estimuladas a ajudar o grupo a buscar saídas até então inusitadas para os conflitos. (Knobel,1997) Toda essa criação coletiva comprometida e rica acaba, via criação imaginária, podendo mostrar, lidar e ultrapassar o que até então era vivido como sintoma, em função de complementariedades co-inconscientes

Pedro Pereira Leite

Researcher and professor. He had his PhD. on museology in 2011, with the title “Muss-amb-ike Homeland: The commitment on musicological process”, that was published in 2011. In 2012 he finishes a Post-PhD Research on "Biographical Glances: The intersubjectivity poetry on museology, at Lusófona University (Lisbon). Presently he is working in his Post PhD. Research about: “Global Heritages" with the aims to build a network on local cognizance and memory manager has a tool to build the will of action in 3 different communities, linked by past communed heritages.” He works at CES. He participates on different Research network, presented papers in national and international conferences, and had published books on research subjects.

More Posts - Website

Follow Me:
TwitterFacebookLinkedInPinterestGoogle PlusYouTube


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.