Etnografias e Museologia

Etnografia e antropologia cultural

Na etnografia estão presentes os enfoques da antropologia cultural, uma descrição em pequena escala dum determinado universo social.

A etnografia tem a sua fonte nos trabalhos de Malinoswski (1922 ) em  “Os argonautas do pacífico Ocidental) e Franz Boas ( ) A “Etnografia Kwakiut”.

No primeiro caso o antropólogo Bronisław Malinowski (1884-1942) efectua aquela que é considerado a primeira etnografia. Nele faz a descrição dos trabalhos de campo do autor, realizados entre 1914 e 1918 nas Ilhas Trobriand, no Pacífico Ocidental.  Também usa, pela primeira vez a fotografia como registo documental.

No livro, o autor descreve o processo de troca – o kula – um sistema de trocas circular, místico e sem noção de posse permanente. A vida social e as instituições são construídas nessa base. Para além disso, Malinowski, descreve os três eixos do trabalho etnográfico. Um primeiro eixo, o da cientificidade do seu trabalho. O trabalho é feito para aumentar o conhecimento científico. O segundo eixo relaciona-se com a forma do trabalho, apresentando a metodologia que ficará conhecida como “observação participante”. Não basta observar, é também necessário viver como os membros da comunidade: “ser um deles”. Finalmente o terceiro eixo, assenta no registo do seu trabalho. Compreender o modo de pensar obriga a compreender a língua. A possibilidade de registar os gestos e os contextos foram sem dúvida um auxiliar importante para o registo dos dados.

A etnografia realiza-se então, como um processo científico, para descrever um dado grupo, a partir de dentro. Da compreensão da sua interioridade. É necessário descrever não só os gestos, como também o seu significado no contexto desse grupo. Descrever o esqueleto e a energia que o movimenta.

Por seu turno Franz Boas (1858 -1942) vai defender que cada comunidade evolui em função do seu contexto. Para estudar cada comunidade há que trabalhar a partir das suas singularidades. Há que trabalhar a parir dos seus conceitos.

A descrição etnográfica dos grupos e comunidade vai sair do campo da antropologia, para contagiar a descrição de outros grupos ou unidades sociais. A etnografia tem por base o conceito de cultura. A assunção de que uma dada forma cultural é apreendida e partilhada entre os membros dum grupo, e como tal pode ser descrito e compreendido. É a partir da descrição, que o etnógrafo interpreta.

O termo etnografia contempla a descrição dum grupo localizado. Pessoas que partilham características sociais e culturais. Conjunto de pessoas que demonstram fortes laços de solidariedade entre eles, que partilham factores comuns de linguagem, residências, relações sociais, crenças, práticas religiosas, práticas políticas, num tempo presente.  Uma etnografia assenta em algo comum. Implica algo que seja partilhado.

De um modo geral uma etnografia é simultaneamente um processo e um produto. Enquanto produto, a etnografia é normalmente um livro, uma descrição do trabalho, publicada ou comunicadas a terceiros. Como processo é o modo como o etnógrafo tenta compreender o grupo que escolheu. O processo é o que acontece durante o trabalho de campo.

Pedro Pereira Leite

Researcher and professor. He had his PhD. on museology in 2011, with the title “Muss-amb-ike Homeland: The commitment on musicological process”, that was published in 2011. In 2012 he finishes a Post-PhD Research on "Biographical Glances: The intersubjectivity poetry on museology, at Lusófona University (Lisbon). Presently he is working in his Post PhD. Research about: “Global Heritages" with the aims to build a network on local cognizance and memory manager has a tool to build the will of action in 3 different communities, linked by past communed heritages.” He works at CES. He participates on different Research network, presented papers in national and international conferences, and had published books on research subjects.

More Posts - Website

Follow Me:
TwitterFacebookLinkedInPinterestGoogle PlusYouTube


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.