Etnografias e Museologia

Estilos de etnografia

Sobre a questão do EMIC e do ETIC, que abordamos num  artigo anterior, prosseguimos nesta post com  debate sobre a perspectiva interior (Emic) e a perspectiva exterior (Etic) na construção dos estilos de etnografia. O nosso objetivo é trabalhar esta metodologia no campo da museologia a partir das nossas reflexões anteriores.

Na sequência dos “Olhares Biográficos”, o nosso trabalho de 2012, temos vindo a aprofundar a proposta da poética da intersubjectividade através da diversas oficinas. O nosso propósito é alargar essa reflexão a partir do contributo da etnografia.

Em qualquer etnografia, enquanto descrição das relações sociais, estes são elementos relevantes na formação do processo holístico. Uma etnografia é sempre um processo contextual e reflexivo. Depende do local e de quem a faz.

Este post dá conta duma reflexão construída a partir da antropologia cultural, passo prévio ao seu alargamento e inclusão no campo da museologia.

Pedro Pereira Leite

Researcher and professor. He had his PhD. on museology in 2011, with the title “Muss-amb-ike Homeland: The commitment on musicological process”, that was published in 2011. In 2012 he finishes a Post-PhD Research on "Biographical Glances: The intersubjectivity poetry on museology, at Lusófona University (Lisbon). Presently he is working in his Post PhD. Research about: “Global Heritages" with the aims to build a network on local cognizance and memory manager has a tool to build the will of action in 3 different communities, linked by past communed heritages.” He works at CES. He participates on different Research network, presented papers in national and international conferences, and had published books on research subjects.

More Posts - Website

Follow Me:
TwitterFacebookLinkedInPinterestGoogle PlusYouTube


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.