Para um Diálogo com a Museologia INFORMAL a partir do Sul.

Pontos de partida (proposta)

Um olhar atual sobre a museologia

Argumento: Todos conhecemos a história da Nova Museologia. Os seus documentos fundadores e os seus protagonistas. O contexto das utopias de maio e da necessária libertação dos povos deram inúmeras propostas de renovação. Hoje, num tempo de globalização, passada uma geração que balanço desta Nova Museologia.

Proposta: Olhar para a Sociomuseologia de hoje interrogando os textos do passado.

Olhar para a globalização a partir do local

Argumento: Onde estão as experiencias e que balanço fazemos dos resultados desta nova. Quais são os caminhos para a museologia na globalização.

Proposta: Olhar para as novas propostas na museologia. O que está a acontecer na China, na Austrália, no Brasil, na África do Sul, no México, no Canadá, na Índia (entre outros casos)

Olhar o mundo dos museus

Argumento: A nova museologia propõe um descentramento do objeto museológico e um recentramento nas comunidades e nos territórios. O que sucedeu às instituições museológicas com a rutura das suas paredes. A comunidade entrou no museus ou o museu dilui-se nas comunidades. Que novos processos se têm vindo a construir

Proposta: Olhar para novos os processos e propostas museológicas. Há quarenta anos a proposta museológica construía uma narrativa; hoje que narrativas e que propostas são construídos pelo campo da museologia participativa

Olhar a museologia a partir do Sul

Argumento: As propostas da nova museologia partiram dos intelectuais do norte, aplicadas nos processos museológicos do norte. Hoje verificamos uma grande vitalidade na geração e produção de processos museológicos a Sul onde as comunidades se tem vindo a apropriar dos processos museológicos, reconstruindo memórias e territórios.

Proposta: Trabalhar sobre as implicações duma museologia do Sul a partir das noções de comunidade e território. Os novos problemas da museologia (cidadania, direitos humanos, gestão de conflitos, alteração climática e desenvolvimento sustentável), a museologia do imprevisto. Os novos museólogos como mediadores

Que método ?

A proposta da intesubjetividade: A Oficina do Riso

Lisboa, Junho 2013

Pedro Pereira Leite

Researcher and professor. He had his PhD. on museology in 2011, with the title “Muss-amb-ike Homeland: The commitment on musicological process”, that was published in 2011. In 2012 he finishes a Post-PhD Research on "Biographical Glances: The intersubjectivity poetry on museology, at Lusófona University (Lisbon). Presently he is working in his Post PhD. Research about: “Global Heritages" with the aims to build a network on local cognizance and memory manager has a tool to build the will of action in 3 different communities, linked by past communed heritages.” He works at CES. He participates on different Research network, presented papers in national and international conferences, and had published books on research subjects.

More Posts - Website

Follow Me:
TwitterFacebookLinkedInPinterestGoogle PlusYouTube

4 comentários a “Para um Diálogo com a Museologia INFORMAL a partir do Sul.”

    1. Querida Patrícia.
      Obrigado pela atenção e disponibilidade de colaboração.
      O Museu Afro-digital estação Portugal é um projeto que está disponível para integrar e publicar trabalhos de natureza museológica sobre a herança africana. A colaboração é bem vinda
      Abraço

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

The inclusion of community knowdlege on territorial development